sábado, 30 de outubro de 2010

Uma mulher na presidência?

Há poucos momentos do início da votação, me encanta a possibilidade de uma mulher ganhar as eleições para presidente do Brasil, país que, infelizmente, ainda tem uma sociedade muito machista. Considero um avanço enorme o fato de a Dilma ter conquistado tanto. Ela é uma mulher guerreira, que enfrentou a horrorosa ditadura militar, lutou, foi presa e torturada, tudo para trazer de volta a democracia. Há uma lamentável 'moda' lançada pela Revista Veja de chamar todos os brasileiros que lutaram contra a ditadura e a favor do nosso país de terroristas. Isso é uma injustiça terrível a todas as famílias que perderam seus filhos para a crueldade do regime, torturados em porões e não puderam nem enterrá-los, porque os corpos nunca foram encontrados.

Não estou discutindo e nem defendendo os inúmeros problemas do PT. Estou falando da Dilma, a mulher. Não há nenhum processo contra ela na justiça (veja aqui). Entre todos os candidatos a presidente e vice, é ela quem tem a ficha mais limpa. A campanha difamatória que a Dilma sofreu foi injusta, agressiva e machista, por isso, como mulher, senti a necessidade de defender essa outra mulher. Acho absurdo que as coisas tenham dois pesos e duas medidas. Dizem que ela é terrorista, mas o Serra está de braços dados com o Fernando Gabeira (que comandou o sequestro do embaixador americano no Brasil na época da ditadura). Por que não falam o mesmo do Gabeira? O Serra está com o DEM, que fez o mensalão em Brasília. Por que ninguém fala nada? Há dezesseis anos o PSDB governa São Paulo. O trânsito, o transporte público, a criminalidade, as enchentes... O que foi realmente resolvido? O que melhorou?

A grande mídia (Veja, a Rede Globo, a Folha de São Paulo e outras) estão em campanha para o Serra, manipulando notícias e omitindo informações que poderiam prejudicar o PSDB (como essa aqui). Isso é um atentado contra a democracia.

Não estou pedindo voto para a Dilma. Peço apenas que pensemos melhor e investiguemos mais antes de votar. Temos que procurar outras fontes de informação e não acreditar em tudo que sai na Veja ou na Globo. A Globo tem um histórico perturbador: lembram-se que ela manipulou as imagens e editou um debate para favorecer o Collor e ele foi eleito presidente?

SBT, Record, IstoÉ... existem outras fontes de informação menos parciais (totalmente imparcial é difícil...) no Brasil. Devemos sempre procurar saber mais antes de acreditar na primeira coisa que nos é dita. Bom voto!

Será que pela primeira vez na história uma mulher será presidente do Brasil?

P.S. Todos têm direito a ter e dar opinião. Se você quer se manifestar, por favor, não poste centenas de comentários-spam, não use de agressividade e nem termos chulos. O debate político só é enriquecedor se for feito com respeito e educação.

9 comentários:

Ju disse...

Concordo com vc em genero numero e grau! Frequento muitos blogs, e o que tenho visto quando há um "debate" político é na verdade uma série de agressões infundadas a Dilma!

E acho um absurdo que o Brasil esqueça a ditadura, o que ela representou para o país e como foi conquistada a liberdade que temos hoje em dia.

Estive com o Lula poucos dias depois do primeiro turno, e em uma conversa fechada para a imprensa, ele falou: "O Brasil quer uma presitenta". Acho que o pais ganhou mt com o governo do Lula, com isso quebrou uma série de paradigmas. E acho que o Brasil está precisando ainda quebrar mais paradigmas, neste caso é ter uma mulher como presidente.

beijos e que este post façam as pessoas refletirem sobre a importância da votação e do pensamento critico. Criticar por criticar não leva ngm a lugar nenhum!
ju

Sheila Mendes disse...

Lê, adorei a iniciativa e o texto super oportuno.
Eu, aqui em Belo Horizonte, sou obrigada a ficar ouvindo histórias da Ditadura envolvendo a Dilma. São tantas, que não convem relatar, mas o fato é que essas mesmas pessoas que levantam essas histórias esquecem desses outros fatos, comandados pelo outro lado que estava no poder e que fizeram atrocidades muito maiores do que alguns estudantes naquela época.
A grande mídia tentou, mas eu espero confiantemente, que ela não consiga manipular a opinião da grande maioria dos brasileiros.

Os Pombinhos disse...

Não votei nela, mas aí está o seu sonho realizado. A primeira presidente do Brasil foi eleita. Viva a democracia!

Beijos, a namorada.

Raysa Soares disse...

Oi!! Eu não queria votar nela, votei mais por ela ser mulher.
O que eu queria saber mesmo de vc é sua opinião sobre o governo de Goiás, também sou goiana,mas moro no interior, na verdade, entorno de Brasilia, que é tão esquecido que nem merece o titulo de interior de Goiás.Ouço muito os moradores de Goiânia falarem mau de Marconi,algo sobre um tal de Setor Oeste Industrial, sei lá, qual é sua opinião sobre Iris e Marconi?

Nani Borba disse...

Como ja falamos no msn, não votei nela e nem votaria...
Mas agora q já foi mesmo, espero que ela faça algo de bom....
bjoss
Pelo menos o marconi ganhou..rsrs

karol disse...

Pois é Let!! Ela foi eleita a primeira presidenta do Brasil!! Muito merecido na minha opinião!

beijos!

Jane disse...

Le, acho que as acusacoes partiram dos dois lados, nao só do Serra. Essa foi a campanha eleitoral mais baixa que já vi na vida! Entendo o seu ponto de vista, Dilma está longe de ser uma vítima. Uma campanha pautada mais em ataques do que em propostas é, para mim, de baixo nível e faz com que nem um dos dois candidatos seja digno do meu voto. Cansei dessa historia de votar no "menos pior", no que "rouba, mas faz" ou naquele voto na Dilma "pra nao eleger o Serra" ou vice-versa. Por isso teria votado nulo (se estivesse aí). Nao quero nenhum dos dois e pediria novas eleicoes, mesmo sendo minoria.

Beijo!

ps. Defender o aborto e depois voltar atrás por mera questao eleitoreira foi péssimo, né? Mas, ja que foi eleita, que pelo menos faca um bom governo e cumpra as promesas que fez. E que o Brasil se lembre dessas promessas daqui a 4 anos. Beijo!

Jane disse...

ERRATA: *MAS Dilma está longe de ser uma vítima.

Letticiae Bittencourt disse...

Raysa, durante o governo Marconi houve a desocupação de uma área no Setor Parque Oeste Industrial. Foi uma ação cheia de problemas. Fora isso, acho que ele foi um bom governador, que promoveu Goiás e trouxe renovação. O Iris também fez muito pelo Estado. Ele foi várias vezes governador, prefeito e senador. Porém ele centralizou demais o poder e não deixou que o PMDB-GO se modernizasse e formasse novas lideranças.

Todos os candidatos têm prós e contras, mas escolhi o Marconi, porque acredito que ele pode fazer mais pelo Estado. Vamos ver como vai ser...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails